. . . . . .

Normas de atuação para profissionais da psicologia em relação às pessoas transexuais e travestis

Publicado em janeiro de 2018 pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP), este é um dos documentos mais importantes sobre a ética profissional de profissionais da psicologia em relação às pessoas transexuais e travestis. Baseado em diferentes princípios e normativas nacionais e internacionais, entre eles a Declaração Universal dos Direitos Humanos, a Declaração de Durban, o programa de Política Nacional de Saúde Integral de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais até o próprio Código de Ética Profissional das Psicólogas e dos Psicólogos, ele estabelece normas éticas que visam o bem-estar e integridade de pessoas trans e travestis em relação ao atendimento psicológico. Com isso, profissionais da psicologia assumem um compromisso ético que respeite a realidade e integridade de pessoas trans e travestis, não sendo conivente com quaisquer práticas discriminatórias ou preconceituosas.
O documento está disponível aqui aqui ou ainda no site do CFP, clicando aqui.

Curtiu? Compartilhe! =)

Você pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.